10/10/2012

Saudades das paquitas, Por onde elas andam?

As Paquitas foram as assistentes de palco dos programas de televisão da apresentadora brasileira Xuxa Meneghel, que a acompanharam nas apresentações por todo o Brasil e também no exterior. Sempre estiveram sob comando da diretora e empresária Marlene Mattos. A entrada começava na pré-adolescência, por volta dos 9 a 15 anos, e a despedida vinha no início da vida adulta, entre os 17 e os 20 anos.

Como surgiram
Andréa Veiga
A história das Paquitas teve início na antiga TV Manchete, quando a Xuxa ainda apresentava o programa Clube da Criança. Em uma viagem para Nova Iorque, Xuxa conheceu um papagaio chamado: Paquito e se "apaixonou" por ele. Quando voltou para o Brasil, não conseguia tirar aquele papagaio da cabeça e um boneco de papagaio foi criado e chamado de Paquito. Como Xuxa não conseguia dar conta de todas as crianças sozinha, Marlene colocou uma ajudante de palco no programa, a Andréa Veiga, que, no programa, "namorava" o papagaio, foi chamada de Paquita. Na mesma época, ainda na Manchete, uma segunda assistente foi escolhida. Ela se chamava Heloísa, de paradeiro desconhecido atualmente. Na TV Globo, Heloísa foi substituída por Andréia Faria (Xiquita Sorvetão) e depois veio Louise Wischermann (Pituxa Alemã). Com isso, em 1987, Marlene resolveu contratar mais meninas como ajudantes de palco. Foi quando entrou Ana Paula Guimarães (Catuxa).
Em 1987, o nome Paquita já era considerado uma profissão e o sonho de muitas meninas. Nessa época surgiu a "Paquita mirim",que nunca foi Paquita, e sim uma fã que se vestia como a Paquita:"Pituxa". Miúxa, a Monique Siqueira. Em 1987 Marlene resolveu contratar substitutas para as Paquitas maiores (Paquita, Xiquita, Pituxa e Catuxa) Assim, entraram para o grupo Roberta Cipriani (Xiquitita Surfista),em Maio, 6 meses depois no dia 31/12 , Tatiana Maranhão (Paquitita Loura) ,Priscilla Couto (Catuxita Top Model). 3 meses depois, em Fevereiro de 1988, Andréa Veiga deixa o grupo e a última substituta entrar para a turma: Ana Paula Martins de Almeida (Pituxita Bonequinha), coroada em:2 de abril de 1988, após Paquita e Pituxa.
3 gerações de paquitas

Em 1989 Ana Paula Guimarães e Louise Wischermann se despedem do grupo e do Xou da Xuxa. Marlene precisava encontrar novas meninas para os cargos de Paquita, Pituxa e Catuxa. Entram no grupo Letícia Spiller (Pituxa Pastel) e, pouco tempo depois, Cátia Paganotte (Miuxa Bruxa). Cátia não foi chamada de Paquita (e sim de Miuxa), pois como todas já eram consideradas Paquitas ela resolveu trocar o apelido. Nesse mesmo ano, as meninas cantaram pela primeira vez a música Fada Madrinha (É Tão Bom), no Xou da Xuxa Especial 3 anos. Com o grupo formado por sete paquitas (Paquitita, Pituxa, Pituxita, Catuxita, Xiquita, Xiquitita e Miuxa) e após esta apresentação lançaram seu primeiro álbum "Paquitas", que foi um grande sucesso em todo o Brasil, tendo elas se aprentado por quase um ano. Além da música 'Fada Madrinha', outros sucessos como Alegres Paquitas, Um Ano Sem Você e Playback também caíram no gosto do público. O álbum atingiu a vendagem de 800 mil cópias. No final de 1989, ainda divulgando as músicas do primeiro álbum, surge uma novidade. Um concurso para escolher a primeira Paquita paulista. A vencedora foi Juliana Baroni (Catuxa Jujuba), que substituiu a primeira "Catuxa": Ana Paula Guimarães (nascida em Belém do Pará).
Em 1990, Andréia Faria deixa o grupo, para participar do programa Os Trapalhões e é substituída por Bianca Rinaldi (Xiquita Bibi) e 2 meses depois, e as Paquitas estreiam seu primeiro e único filme juntamente com os Paquitos: Sonho de Verão, em dezembro de 1990, na época o filme foi sucesso de bilheteria. Além do disco Sonho de Verão, com músicas da trilha sonora do filme,lançado pela Som Livre. No mesmo ano, Tatiana Maranhão também sai do grupo e no seu lugar entra Flávia Fernandes (Paquitita Pluft). Nesse ano as Paquitas também participaram do filme Lua de Cristal.
Em 1991, gravam o segundo álbum. Lançaram alguns sucessos como Trocando Energia, Auê, Batatinha Frita, Mangas de Fora e Sonho de Verão, que foi tema do filme. Nesse mesmo ano, Ana Paula Guimarães retornava a trabalhar com Xuxa nos programas internacionais e nacionais com o apelido de Catu, porque já havia a Catuxa Jujuba Juliana. Em 1992 Letícia Spiller deixa o grupo e o programa Xou da Xuxa chega ao fim, mas as meninas continuam trabalhando como Paquitas. Em 1993, as Paquitas gravam a música Eu não largo o osso, tema de abertura do programa infantil TV Colosso e posteriormente nos programas Xuxa em 1993 e no Xuxa Park
Em 1995,Marlene decidiu renovar o grupo das Paquitas, pois elas já atingiam idades entre 17 e 20 anos e não tinham mais a mesma idade do grande público da Xuxa. Em 29 de Abril do mesmo ano, Ana Paula Almeida, Ana Paula Guimarães, Cátia Paganotte, Flávia Fernandes, Priscilla Couto, Bianca Rinaldi, Roberta Cipriani e Juliana Baroni deram lugar a uma nova geração de Paquitas.
Já no Xuxa Park, no mesmo dia, a segunda geração é coroada e foi chamada de Paquitas New Generation. Caren Daniela Lima, Graziela Schimitt, Diane Dantas, Andrezza Cruz, Giselle Delaia, Vanessa Amaral e Bárbara Borges, ganharam apelidos mais "modernos", porque Marlene queria que Xuxa, além de conquistar novos baixinhos, continuasse acompanhando seus baixinhos dos anos 1980. Os apelidos eram dados conforme seu porte físico e nomes: Caren Lima era a Chaveirinho (por ser baixinha), Graziella Schmitt era Grazi (ou Modelão), Diane Dantas virou Pupila (ou Lady Di), Andrezza Cruz foi Dezza, Gisele Delaia foi Miss Queimados (ou simplesmente Gi), Vanessa Amaral virou Flashdance e Bárbara Borges virou Babubonitona. Seus uniformes também se modernizaram. Continuaram com a fardinha no Xuxa Park e usavam roupas colegiais no Xuxa Hits e, mais tarde, roupas variadas no Planeta Xuxa.
Em 1997, gravaram seu segundo álbum.Em 1998, Diane deixa o grupo e em 1999, Bárbara também sai para seguir na carreira de atriz. Ainda no mesmo ano, Marlene resolve mais uma vez renovar o grupo abrindo um novo concurso para meninas de todo o Brasil. as Paquitas da nova geração, se despediram do Xuxa Park no dia 9 de outubro de 1999, embora tenham continuado como dançarinas do Planeta Xuxa até o dia 12 de março de 2000, quando o programa especial de número 150 foi ao ar, na semana seguinte foram substituídas pelas Garotas do Zodíaco.
Também em 9 de outubro de 1999 as meninas da quarta geração inciaram no Xuxa Park suas atividades; e somente em 2001 viraram Paquitas do planeta Xuxa,pois o Xuxa Park não existia mais.A geração 2000 foi composta por Monique Alfradique, Thalita Ribeiro (Thata Bonequinha), Stephanie Gulin, Daiane Amendola (Docinho), Gabriela Ferreira (Paquita Perua), Lana Rodes, Joana Mineiro e Letícia Barros. Com a vontade de Xuxa em trabalhar somente para crianças, esse foi o grupo que mais se assemelhou à geração dos anos 1980. Não chegaram a lançar nenhum álbum.
Em julho de 2002, o grupo Paquitas foi extinto após o fim do Planeta Xuxa.
Hoje, existem somente as Paquitas que fazem parte do parque infantil O Mundo da Xuxa, em São Paulo. Natalia Izabel, Jaqueline Gatti, Camila Moraes, Mariana Terra, Débora Rodrigues, Mariana Almeida, Daiane Ciarrocchi e Meg Penaforte, que podem ser consideradas como a quarta geração de Paquitas. o grupo foi desfeito pelo desentendimento da apresentadora, com a amiga durona: Marlene Mattos. segundo a uma entrevista da internet, as Paquitas da 1° geração afirmou que Xuxa nunca havia, se desentendido. o porquê ninguém sabe.

Ana Paula Almeida
 
Loira recusou proposta de ensaio nu, rompeu noivado com Romário e virou musa gospel .
Hoje, Ana tem 31 anos e continua fazendo palestras nas igrejas. Sobre seu passado na TV, diz que não tem arrependimentos. “Meu trabalho sempre foi sadio. Nunca saí nua, nunca fiz nada que manchasse minha reputação”. A carreira artística, aliás, não ficou para trás. “Estou ensaiando uma peça inspirada no musical ‘High School Musical’”, diz a loira, que também estuda Direito e pretende fazer concurso público.


Andréia Sorvetão
A loira continua casada com Conrado e tem duas filhas

Da época de paquita, ficou o apelido de Sorvetão, que virou seu nome artístico, e seu trabalho com crianças. Andréia abriu há cerca de um ano a Casa da Sorvetão, que promove festas infantis e está indo de vento em popa. “Por mês acontecem entre 25 e 30 festas. É festa quase todo dia”. Andréia também está planejando lançar em novembro uma grife para meninas entre 2 e 12 anos.

 

Priscilla Catuxita
A Priscilla era o "tourinho" da turma, parecia uma espoleta, era a que mais dançava e pulava, deixava qualquer uma que estivesse ao seu lado morta por tentar acompanhar o ritmo dessa menina.  Catuxita, como era seu apelido, também era conhecida como Catuxita Top model pois foi durante anos modelo exclusiva da loja O bicho comeu. Fez diversos desfiles pelo Brasil e sua elegância nas passarelas foi o que chamou a atenção de Xuxa e Marlene quando participou da brincadeira do desfile no Xou; segundo a rainha, Priscilla desfilava e o cabelo não tocava no bumbum (bem coisa de Xuxa né? ahahahahaha). Com 9 aninhos de idade (ainda sem dente) Priscilla se tornou a Catuxita e permaneceu no grupo até o final.Por ser a "tourinho" do grupo, Priscilla sempre conteve sua emoção, nunca chorava em momentos especiais mas em sua despedida não aguentou o rojão e se debulhou em lágrimas - Valeu por tudo top model!!
Hoje tenta seguir na carreira de cantora, fez uma aparição no Xuxa Hits e Xuxa Park melhores momentos aonde prometeu voltar com a corda toda. Na real essa volta nunca aconteceu! Priscila tinha cara de ser uma das mais antipáticas...sumiu no mapa!

Pituxa Pastel
Quem não conhece a nossa eterna pituxa não é mesmo? Letícia Spiller ocupou o lugar deixado por Louise, sempre teve um rosto maravilhoso e muito engraçada.
Era tão avoada que recebeu o apelido de Pituxa Pastel, vivia no mundo da lua e esse jeitinho até que dava um toque todinho especial no grupo. Ela sempre sonhou em ser atriz, quando ainda era paquita fez um curso de teatro com o cantor Oswaldo Montenegro e quando saiu teve o sonho de ser atriz como diretriz em sua vida.
Lutou bastante, fez uma ponta na novela Despedida de Solteiro até que conseguiu a personagem Babalú depois da desistencia de Adriana Esteves a primeira opção para o papel...Babalu a consagrou no país inteiro como uma estrela de primeira categoria. Letícia está separada do ator Marcelo Novaes com quem teve um filho chamado Pedro. A personagem Maria Regina na novela Suave Veneno lhe rendeu bons frutos profissionais e grandes elogios. Adoro a Letícia, mas parece que ela não gosta muito de lembrar da época de paquita...não sei se é impreensão minha mas ela passa essa imagem em todas as entrevistas que dá
A Letícia eu tive o prazer de conhecer e foi a única atriz que tremi na base ao conhecer, ainda mais pq ela estudava na minha sala na faculdade....super gente boa e muito na dela, totalmente inteligente e culta também, sem dúvida uma das melhores atrizes do Brasil. Atualmente ela arrebenta na pele de Viviane na novela Senhora do Destino . Letícia teve uma outra atitude que me desagradou...a Sheila Carvalho tinha sido convidada para atuar na novela, eu soube que a Letícia e o Raul Cortez fizeram uma campanha nos corredores da Globo para que ela fosse cortada da novela, que foi o que acabou acontecendo. Bem, acho que se as pessoas tivesse preconceito com quem está começando e fizessem uma campanha dessas toda vez que um aspirante a ator aparece a Letícia poderia ter sofrido esse mesmo tipo de preconceito por ter sido paquita, não foi legal essa atitude dela.


Xiquitita Surfista
Seu nome é Roberta Cipriani e foi uma das primeiras paquitas a entrar, ficou até o final e tinha o apelido de surfista porque vivia na praia e falava muitas gírias.
Roberta era muito novinha quando entrou, teve que fazer fonoaudiologia para consertar um problema que tinha na dicção (tinha a língua presa entre os dentes) e, com muita força de vontade superou esse obstáculo.
Deixar de ser paquita para a Roberta foi algo muito difícil, no programa em que sua geração se despedia da Xuxa e sua equipe ela disse que, na cabeça dela a ficha não havia caído e que ela seria sempre paquita
Hoje Roberta faz faculdade de lornalismo na Estácio e vira e mexe a via na praça de alimentação...pelo visto ela desistiu de ser atriz.


Paquitita Pluft 
Flávia Fernandes lutou muito também para ser paquita, tentou diversas vezes mas nunca conseguia entrar até o dia em que Tatiana resolveu sair do grupo e Marlene Mattos deu a Flávia a oportunidade que ela sempre sonhou.
Quando paquita morava na tijuca com seus pais e a irmã Clarissa, hoje mora em São Paulo e já foi vista em programas no sbt fazendo comerciais de produtos no Passa ou Repassa. Seu apelido era Paquitita Pluft pois sempre foi a mais "branquinha" do grupo e sempre que ficava muito nervosa várias pintinhas vermelhas apareciam, dai veio o apelido pluft. Dona de uma voz linda (mal das paquititas já que as duas cantavam muito bem) Flavia gravou a música Batatinha Frita 123.


 Xiquita Bibi
Bianca Rinaldi foi a paquita escolhida para substituir a Xiquita sorvetão. Ela perdeu o concurso da paquita paulista que deu vaga para Juliana Baroni mas mesmo assim não desistiu do seu sonho de ser paquita, continuou a fazer testes e conseguiu a tão sonhada coroação no Xou da Xuxa aonde Xuxa festejava os seus 27 anos de idade. Bianca estudou ginástica olímpica e arrasava quando dava seus saltos, tinha o apelido de Xiquita Bibi (Bibi que chegou para ficar), tem um cachorrinho chamado Bidú e na época de paquita morava em copacabana com a mãe e a irmã Sabrina. Hoje em dia Bianca é uma grande atriz (coisa que não era no início da carreira) nossa lembro dela em "Sonho de Verão"....Péssima!
Após alguns trabalhos na Globo e várias novelas no SBT, Bianca conseguiu seu lugar ao sol, interpretando a "Escrava Isaura" no remake de mesmo nome.



Cátia Miúxa
Cátia Paganote foi a menina que mais fez testes para entrar no grupo Paquitas, como diz a Xuxa "...foi com mucho custo". Quando recebeu a notícia Cátia ficou extremamente feliz, foi no aniversário da diretora do programa.
Foram meses e meses de testes, ela já não tinha mais roupas para usar nas gravações do programa, inventava uns figurinos diferentes, pintava as calças, tênis...enfim, tudo pelo seu sonho de ser paquita. Cátia nasceu em Brasília, no início tinha como apelido Miúxa brasiliense mas depois, com suas brincadeiras de imitar tudo e a todos, levou de Xuxa o apelido de Miúxa bruxa. Ninguém imitava a risada de uma bruxinha tão bem quanto ela!
Depois que saiu do grupo Cátia lançou um disco de pagode que teve uma aceitação razoável...casou com um jogador de futebol e mudo-se para BH...tempos depois...já separada desse jogador foi envolvida em confusões com a atual de seu ex, com fortes acusações que a fizeram parar em vários programas de fofoca. Cátia tb posou nua pra Sexy e sua ultima aparição foi num programa da rede Tv cantando.


Catuxa Jujuba
Juliana Baroni foi a vencedora do concurso da paquita paulista, foram mais de 2.000 candidatas e cinco finalistas, entre elas Bianca Rinaldi. Jujuba, como foi apelidada por Xuxa também tinha um carisma enorme, muito parecido com o da Ana Paula Pituxita, falava muito bem e tinha um sutaque paulista supeR carregado..era engraçado. Quando passou no teste, Juliana teve muitas diciculdades de adaptação pois sua família morava em Limeira (interior de SP), seu pai (senhor Rivo) acompanhava a filha em todas as gravações e sempre deu muito apoio. Quando Juliana fez o filme "Sonho de verão", ninguém mais teve dúvidas de que ela seria uma atriz maravilhosa. Juliana fez várias novelas na Globo (Cara e Coroa, Salsa e Merengue, Malhação e Uga Uga e mais uma novela em Portugal) Juju também estava em cartaz na peça Veneza do Miguel Falabella.


Tatiana Paquitita
Tatiana Maranhão foi com certeza uma das vozes mais bonitas que o grupo paquitas já teve, cantou sucessos como "Playback" e "Um ano sem você".
Seu apelido era Paquitita loura porque quando entrou para o grupo tinha os cabelos castanhos e depois de um tempo pintou de loiro, é óbvio que a diferença foi enorme. Tatiana saiu do grupo pois queria seguir a carreira de cantora mas até hoje ela nunca apareceu na mídia para cantar. Trabalhou na equipe da Xuxa durante um tempo mas saiu, hoje não se tem mais notícias da ex-paquita.


Catuxa
Ana Paula Guimarães foi a primeira catuxa do grupo paquitas, saiu junto com Louise para tentar a carreira solo, não deu certo e voltou, como já havia a catuxa jujuba ela foi apelidada de Catú. Ana tinha um público extremamente grande na Argentina, sempre foi muito querida e amada, também não é por menos pois sua simpatia estava além da beleza que esta paquita tem. Hoje se dedica a carreira de atriz já participou de várias peças teatrais, a catú mora no Rio de Janeiro mas antes de ser paquita morava em Macaé (interior RJ). Lembro da Ana Paula em Malhação e na novela Pecado Capital...ela anda meio sumida da mídia.

PAQUITOS
Os paquitos foram a versão masculina do grupo paquitas.
O grupo era formado por:  Cláudio Heinrich (Claudinho), Alexandre Canhoni (Xandi/Xiquito),
Robson Barros (Rob), Marcelo Faustini (Marcelo), Egon Júnior (Gigio).
Eles gravaram somente um LP, que foi sucesso com músicas "Nova Onda", "Muito Prazer" e "Paquidance".
Com o sucesso do grupo das paquitas, a produção do Xou da Xuxa teve a idéia de criar a versão masculina do grupo. Surgiam assim os paquitos. Inicialmente, Robson, Cláudio, Marcelo e Alexandre. O grupo ajudava a Rainha a descer da nave e era responsável por levar o "Café da manhã do xou", e manter as crianças em ordem enquanto as paquitas cantavam. Os paquitos usavam roupas formais (terno e gravata), e raramente usavam a famosa "fardinha". Quando cantavam ou em seus shows usavam uma roupa especial. Depois de pouco tempo da chegada dos paquitos, um novo paquito foi contratado. Seu nome: Egon Junior, o Gigio. Bonitos, jovens e eficientes, os paquitos foram cobiçados por milhões de garotas da época. Por volta da década de 90, o paquito Robson Barros (Rob) saiu do grupo para trabalhar com seu pai em sua terra natal. Àquele tempo, o grupo era formado por Cláudio, Egon, Alexandre e Marcelo. Com o fim do Xou da Xuxa, e a saída das paquitas da segunda geração, os paquitos se despediram de Xuxa e dos baixinhos. Robson continou com seu pai, Cláudio seguiu a carreira de ator e Marcelo a de ator, modelo, cantor e músico. Alexandre (Xandi) tornou-se evangélico e missionário.

Cláudio ainda exibe o mesmo cabelo louro de outrora. Mas agora a franja fica 'de lado'
A pinta de surfista do carioca Claudinho sempre foi o seu diferencial nos "Paquitos". Logo que saiu do programa, Cláudio iniciou a carreira de ator como o personagem Dado, um professor de judô "cabeça" em "Malhação". Ao contrário da dos colegas de grupo, a sua carreira de ator deslanchou e, em 2000, ele protagonizou a novela "Uga Uga", como o índio branco Tatuapu. Cláudio também participou de filmes infantis e apresentou o programa Globo Ecologia durante seis anos. O ator conta que ainda mantém a amizade com os outros paquitos, com exceção de Alexandre. "Ele pirou!", diz. Cláudio continua solteiro e surfando por aí. "Gosto de atuar, cantar, surfar e namorar", diz.



Egon nas versões Gigio e executivo
O gaúcho de nome diferente acabou ganhando de Xuxa o apelido de Gigio e era conhecido como o mais inteligente do grupo. Ao deixar a função de paquito (e o penteado estilo mullet), ele bem que tentou seguir a carreira artística - participou da novela "Despedida de Solteiro" - e sonhou ser diretor de teatro, mas acabou enveredando por outros caminhos. Fez faculdade de marketing e hoje, aos 36 anos, é gerente de contas de uma multinacional. Egon mora no Rio de Janeiro com a mulher, a engenheira Fernanda, e tem filhos gêmeos de 1 ano e meio, Manuela e Bernardo. "Sou um feliz e realizado pai e executivo. Fala para as fãs que continuo o mesmo Gigio, apenas com uns dez quilinhos a mais", brinca.



Marcelo ontem e hoje: mesma pinta de galã
O rapaz era o mais tímido do grupo, mas mesmo assim conseguiu destaque com os seus belos olhos verdes. Também ficou conhecido por namorar com Deborah Secco, na época com 16 anos, que vivia no programa visitando o amado. Os dois ficaram juntos por um ano. Ao sair do "Xou da Xuxa", Marcelo decidiu virar ator e investir mais na carreira de cantor. Fez Oficina de atores Globo, faculdade de cinema e participou de "Malhação". Após a morte da mãe, Aparecida, em 2005, ele decidiu ir morar em Boston, nos EUA. Lá se dedicou à carreira de cantor, onde fez shows até o ano passado. Ele casou, decidiu voltar ao Brasil e hoje, aos 36 anos, faz o espetáculo "Tributo a Elvis", em São Paulo. "Mas não é cover. Apenas canto com um grupo os sucessos mais antigos de Elvis", avisa o ex-paquito que hoje vive com o "pé-de-meia" conquistado na época que trabalhou com Xuxa. "Fiz muitos investimentos e hoje posso me dar ao luxo de viver da arte."


Alexandre na fase em que o próprio denomina 'endemoniada' e atualmente pregando em sua igreja.
Conhecido como Xande Xiquito, ele era o vocalista do grupo. O loiro exibia um “franjão” e fazia grande sucesso com as fãs. Após sair do grupo, ele chegou a gravar um CD, “Xande, vem dançar”. Também participou ao lado de Ana Paula Arósio da peça “Um passeio no cometa”. Em 1997, após um tempo tentando se manter na carreira artística, sem sucesso, Alexandre se tornou evangélico e radicalizou: queimou em praça pública tudo o que havia conquistado na época de paquito. “Sou o Alexandre liberto por Cristo, ex-paquito endemoniado, satanista e escravo do pecado. Vivi muitos anos de minha vida me dedicando ao inimigo, porém hoje pela graça de Deus fui liberto e salvo pelo poder do sangue de Cristo que me lavou e purificou de todo pecado”, diz o hoje pastor e missionário da igreja Guerreiros de Deus.

Aos 17 anos, Robson posava com pinta de galã. Hoje, no aniversário do filho mais novo, ele posa de paizão.
O paquito Rob foi o primeiro a entrar e também a sair do grupo. Como já namorava havia oito anos, ele resolveu deixar o grupo para casar e trabalhar com o pai, o produtor musical de Roberto Carlos, Geraldo Barros. O casamento só durou dois anos. Os negócios, porém, foram prósperos. Ele montou a agência de produção de eventos Tas, em São Paulo. Hoje, às vésperas de completar 40 anos, Robson é casado pela segunda vez e é pai de dois filhos, Carlos Eduardo, 8, e Rafael, 3. "Engordei bastante, mas não tanto quanto o Gigio", diverte-se.

A nova Geração
A nova geração de paquitos os papaquitos eram mais adultos fortes e ficavam sem camisa, isso no programa Planeta Xuxa.  Os Papaquitos foi um grupo formado pelos Integrantes Gustavo Moraes, Hugo, Arnaldo Klay, Márcos Avila.  Gustavo Moraes é capa da edição número 107 da Revista G Magazine.
Marcos d'Avila troca o 'Planeta Xuxa' pela carreira de cantor
O ex-papaquito agora participa da série Avassaladoras.
Hugo Resende vive Marcelão em "Viver a Vida"

Papaquito do Planeta Xuxa e protagonista do musical "Blue Jeans"



Gostou dessa postagem? Então assine nosso Feed!



Fake - A nova sensação da Net