10/10/2013

Top 10 famosos brasileiros que devem tudo à internet

1. Rafinha Bastos
Um dos membros do programa CQC, o humorista Rafinha Bastos, deve parte de seu sucesso à internet. O ator começou divulgando vídeos caseiros na rede e, hoje, é uma das personalidades mais influentes do Twitter. Ele não hesita em compartilhar com seus seguidores toda sua rotina e aproveita a repercussão de seus “tweets” para testar piadas e até para expor seu ponto de vista diante de assuntos polêmicos.
rafinha_imprensa_006
 
2. Esmir Filho, de Tapa na Pantera
O curta-metragem Tapa na Pantera tornou-se uma marco na internet. Dirigido por Esmir Filho e produzido em 2006, foi estrelado pela atriz Maria Alice Vergueiro, que interpreta uma senhora comentando o ato de fumar maconha. Com muito humor, fez tanto sucesso na internet que serviu para divulgar o trabalho do cineasta, que aproveitou a repercussão para publicar outros vídeos relacionados no YouTube. Surpresa, a atriz veterana de teatro chegou a afirmar que a fama na web fez com que ela se sentisse uma “musa cult”.
 
3. Tessália
A ex-BBB ganhou fama no Twitter. Dona de um perfil com milhares de seguidores, a curitibana Tessália chamou a atenção de Boninho, diretor do reality show, que não pensou duas vezes antes de convidá-la para participar do programa. Twittess, seu pseudônimo na rede, já estampou as páginas da revista VIP e da Playboy.
tessalia
 
4. Stefhany
Quando o clipe de Stefhany e seu Cross Fox surgiu no YouTube, muita gente se questionou se não se tratava de um viral proposital da Volkswagen para a divulgação de um produto. Entretanto, para a surpresa de todos, o que o vídeo mostrou para o Brasil – e para o mundo – foi uma cantora local, bastante popular na região da cidade de Inhuma, no Piauí, mas desconhecida em todo o resto do país. Depois de virar um fenômeno na rede, Stefhany participou de programas de TV, lotou a agenda de shows e ganhou um considerável aumento no cachê.
 
5. Bruna Surfistinha
Bruna Surfistinha deve muito à internet. Depois de contar suas aventuras sexuais – e muitos detalhes picantes de seus clientes – em um blog, a então garota de programa ganhou fama, aposentou-se da profissão e escreveu o livro O Doce Veneno do Escorpião, que figurou entre os mais vendidos do país e deu origem à produção de um filme no qual a atriz Débora Secco irá interpretá-la.
bruna-blog
 
6. Mallu Magalhães
A precoce Mallu Magalhães é outra artista que ganhou destaque no universo virtual bem antes de fazer sucesso no “mundo real”. Foi graças ao seu MySpace que a paulistana de 17 anos ficou conhecida no Brasil inteiro e, hoje, faz shows em todas as capitais. Seu segundo álbum, lançado em 2009, foi produzido por Kassin, que já trabalhou com Vanessa da Mata, Caetano Veloso e Jorge Mautner.
mallu-myspace
 
 
7. Geyse Arruda
A estudante de São Bernardo do Campo, hostilizada em uma universidade da cidade por causa de um vestido curto, ganhou seus cinco minutos de fama depois que o vídeo do escândalo caiu no YouTube e repercutiu em toda a imprensa do país. A popularidade de Geyse Arruda só cresceu desde então. E, mesmo que ela não tenha utilizado a internet intencionalmente para se autopromover, foi por meio dela que ganhou a visibilidade  que lhe rendeu – e ainda rende – participações em programas de TV de quase todas as emissoras.
geyse_arruda_500
 
 
8. Marimoon
A personagem Marimoon saiu da rede para desembarcar direto na telinha. Depois de fazer sucesso com o seu Fotolog e se transformar em uma celebridade da web, a estilista ganhou um programa na MTV, onde fala sobre música, internet e nerdices. Em 2009, Marimoon foi eleita a mais estilosa do ano pelo Capricho Awards 2009.
marimoon
 
9. CINE
O CINE, uma das bandas que mais fazem shows no Brasil e um dos grupos com maior movimentação na internet, ganhou popularidade graças à capacidade de disseminação da rede. O grupo surgiu no MySpace e atualmente reúne milhares de fãs em redes sociais com grande repercussão em todo o Brasil.
 
10. Clarah Averbuck
A escritora gaúcha começou sua trajetória literária na internet. Depois de ganhar visibilidade com um blog, Clarah Averbuck escreveu quatro livros, que serviram como inspiração para o teatro (roteiro de Antônio Abujamra e Alan Castelo) e para o cinema (direção de Murilo Salles). O longa Nome Próprio, lançado em 2006, teve como protagonista a atriz Leandra Leal.





clarah


Fonte: veja.abril.com.br



Gostou dessa postagem? Então assine nosso Feed!



Fake - A nova sensação da Net